1.12.15

A INCRÍVEL FÁBULA DE LOBOPUAVA E OS ESQUILOS

O Grupo Esquiloscans completa 10 anos de atividade - ininterrupta - em resguardar em seus scans históricos, especificamente da obra - em quadrinhos - de Walt Disney - não só no Brasil, mas de tôdos os países - onde ainda são, ou já foram publicadas essas revistas.
Certamente vocês estão lendo gibis dêles, e hoje podem ter em seus HDs GRATUITAMENTE para toda a eternidade, a prova dessa dedicação que começou com Edilson Souza (Já entrevistado anteriormente), e...um Lôbo?
Nessa Chutientrevista exclusiva, conheça agora o misterioso Lobopuava: o outro fundador do Esquiloscans!




1) Lobopuava, muito obrigado mesmo por responder a estas Chuti perguntas. Gostaria de saber duas coisas inicialmente: se você é um colecionador (Quais os gibis de que mais gosta) e também que nos contasse como você conheceu o Edilson Souza, e de como surgiu a idéia incrível de fundarem o Grupo Esquiloscans?



R: Na verdade, não posso me considerar um colecionador, no sentido mais rígido da palavra. Os colecionadores almejam juntar todos os exemplares de suas edições preferidas.
Eu, desde muito tempo, me dedico a conseguir todas as revistas, objetos, filmes, músicas e séries que me trazem as lembranças da minha vida. Todo item que eu guardo tem uma história associada a êle. Eu tive como a maioria de nós, uma infância e juventude atribuladas, mas fui feliz em desfrutar de muito gibi Disney, que são os meus preferidos.
Tinha uma quantidade razoável de revistinhas no início dos anos 80, mas um incêndio em nossa casa consumiu tudo. Nos anos 90 eu decidi recuperar a minha perda, e desde então venho coletando peça a peça as minhas lembranças. Infelizmente, não tenho condições de repor tudo, e sempre conto com a ajuda de amigos esquilos como o Edilson e principalmente o "Imperador" Nero, que sempre me cedem várias delas. 
Quando eu encontrei o Edilson na Internet, imediatamente nos identificamos com o ideal de conservar e divulgar os quadrinhos Disney, e passamos vários meses escaneando tudo o que nos chegava às mãos. Tivemos a sorte de encontrar em nosso caminho, três amigos colecionadores que foram importantes nessa empreitada: o Nero, um mega colecionador que nos emprestou varias raridades, o Gerd Foerster com suas milhares de peças, e o Marcelo Mandau, um vendedor que nos fornecia muitas revistas dos anos 80 e 90!
Da minha parte, nunca tive a intenção de ver o grupo figurar entre as celebridades da web - era um trabalho árduo, gigantesco e ao mesmo tempo quase invisível. Queria mesmo era preservar para tempos melhores. Tínhamos muito medo dos tais direitos autorais.




2) Em 2011, o Grupo Esquiloscans abriu suas portas para os "Blogueiros BR/PT" que se tornaram parceiros em divulgar seus scans raríssimos que contam a história dos gibis Disney, do mundo todo. Como foi tomada esta decisão na época, e como você vê este relacionamento hoje? 








R: Os principais mentores desta idéia foram o Edilson e o Paulo Marques, eu fiquei na retaguarda (no bom sentido, é claro), mas apoiei. Era uma solução viável para a divulgação dos scans do nosso estoque que legitimaria todo o nosso trabalho.
Afinal, não tinha sentido em colecionar scans e mantê-los escondidos para sempre. Nesta época, eu já andava um pouco ausente do grupo de discussão dos Esquilos, em razão do meu trabalho e alguns problemas de saúde. Porém, mesmo nos bastidores eu continuei a colaborar, sempre estando em contato com o Edilson, opinando e pesquisando. Quando decidimos abrir os estoques aos vários blogs parceiros, o que fizemos com firmeza e cautela, todos os administradores do grupo foram consultados.
Nenhum se pôs contra! Hoje, vemos que acertamos, pois estamos lentamente notando a retomada do público de quadrinhos (Não só Disney). 
Sou um pouco avesso a scans tratados, porque acho que eles tiram a originalidade do material que eu conheci na época, mas tem lá seus méritos, quando restauram alguma peça que estava ilegível. O papel mais importante e positivo de nossos parceiros é disseminar as historinhas e conquistar novos amantes da arte!




3) Quais são seus personagens de quadrinhos preferidos (Disney ou não). E quero saber também, se lembra qual foi seu primeiro gibi? Como você vê as publicações Disney de hoje (Com muitos artistas italianos e dinamarquêses) e os títulos de gibis que você ainda coleciona?




R: Gosto muito do Tio Patinhas e do Donald, especialmente nas histórias de Barks, o Zé Carioca do Kato e Canini e o Mickey, também aprecio igualmente. 
Sou fã principalmente das histórias dos anos 60 e 70, me recordo que meu primeiro contato com gibis Disney foi exatamente num "Tio Patinhas" 53. 
Realmente - sei que é uma heresia, mas minha preocupação maior é apenas ler - gostar ou não gostar é conseqüência.
Tirando Barks e o Murry, talvez em virtude de seu famoso Mickey, eu realmente não conheço muito dos outros Mestres. Tem muita coisa que me interessa, não só no Universo Disney, e faço dessas maravilhosas leituras um contraponto na estressada vida que levo. 
Elas me ajudam a superar as dificuldades que cotidianamente me aparecem. As revistas atuais não me atraem, vejo a arte muito deformada e inclusive o caráter dos personagens, “estragados” em algumas histórias. 
Isso me desagrada e então, eu passo longe. Sei que ainda se faz coisas boas, e vez ou outra tenho boas surpresas quando percorro o estoque dos Esquilos. Há histórias interessantes de artistas italianos, como o Casty (Como também existem as péssimas).




4) Agora agradecendo, e já parabenizando você, um dos fundadores do Esquiloscans pelos 10 anos de dedicação do Grupo, nesse amor incondicional á obra em quadrinhos de Walt Disney (Sem nenhum interesse lucrativo) onde se preserva verdadeiramente a sua memória. 
Meu caro Lobopuava, por favor, deixe uma mensagem para os amigos e visitantes do "Chutinosaco". 



R: Fico feliz que o trabalho que realizamos lá nos primórdios dos Esquilos, tenha sido mantido e ampliado por muitos colaboradores.
Eu sinto muito não ter podido estar mais presente em todas as fases do grupo, pois os problemas de saúde e família que Deus me reservou foram bem pesados. Contudo estou sempre de olho no que vem acontecendo no EsquiloScans - cuidando da forma que posso para que o grupo se mantenha coeso e ativo. 
Nunca tivemos a pretensão de monetizar nosso trabalho, e fico chateado quando vejo alguém vendendo scans feitos por outras pessoas. Isso é muito triste, porém as alegrias têm compensado as notas tristes, pois hoje, quem compra scans, merece o rótulo de otário, uma vez que estão todos aí à disposição de um clique. 
Sinto-me orgulhoso de ter iniciado esse trabalho lá pelos idos de 2004, e mais ainda quando várias pessoas igualmente sem pretensões financeiras juntaram-se ao nosso projeto.
Agradeço o empenho e a colaboração de vocês todos dos blogs, e em especial a você Luiz Dias, com seu maravilhoso Blog "Chutinosaco" (Apesar de achar dolorido, eu adoro esse nome, hehehe) que também se preocupa em contar a nossa história. 
Estarei sempre por aqui quando o assunto fôr quadrinhos Disney.
Estou nesse momento, ajudando o Edilson à elaborar a nossa Gincana de Dezembro.
Espero que apreciem. Um abraço!!





LOBOPUAVA
Grupo Esquiloscans

4 comentários:

  1. Nem dá pra imaginar os gibis digitalizados sem o trabalho "monstro" do Squiloscans, além das excelentes coleções especiais e coletâneas que vocês fazem.
    Muito obrigado mesmo pelo belo gesto de repartir essas pérolas da Disney! Bela homenagem a Carl Barks, Paul Murry, Dom Rosa e todos os outros.

    ResponderExcluir
  2. Parabéns ao entrevistador e ao entrevistado. Sempre que leio esse tipo de matéria no Chutinosaco sinto como se fosse eu mesmo, contando a história de uma infância premiada pela educação fornecida pela Disney. É incrível pensar isso, mas atrás de muitos de nós, que somos bem sucedidos em nossas profissões, tem um monte patos. KKK. Super abraço.

    ResponderExcluir
  3. Excelente entrevista com o "mais misterioso dos esquilos".Parabéns Luiz.

    ResponderExcluir
  4. Obrigado aos Esquilos, obrigado...

    ResponderExcluir

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...