7.6.13

CHUTIENTREVISTA : EUDES HONORATO, O HOMEM DOS "BLOGS DE OURO"



Hoje, temos aqui um dos pioneiros na arte de "blogar": Eudes Honorato! Quase da mesma época que "Che Guavira" e o "Bartolomeu 777" - êle é um guerreiro sobrevivente que, com suas atitudes, nos faz continuar - pois é muito difícil ser blogueiro - e com muita qualidade, ainda faz da web um mundo melhor - "quadrinizando" as nossas esperanças de vencer êste "maldito patrulhamento"!  



1) Eudes Honorato, quando o seu alter ego: “Outsider Z”, fêz sua primeira aparição no UOL? Além do cinema, sobre o que mais vocês conversavam naquele fórum?

R: Deve ter sido em meados de 2000 ou 2001. Na verdade quase nada se falava sobre cinema, era sobre qualquer coisa, e a maioria não tinha relação nenhuma com o cinema! Apenas pegamos aquele grupo e o transformamos em uma rede social, só nossa. 


2) Você deu continuidade ao trabalho deixado pelo site: "Tóca do Carcajú" (Retirado do ar em 2002, por colocar na internet versões escaneadas das revistas em quadrinhos da Editora Abril) através do "F.AR.R.A"? 


R: Na verdade, através do "Rapadura Açucarada". O "F.A.R.R.A." foi uma cria do "RA", e englobou não apenas scans, mas filmes e bate- papo.


 3) Porquê ele se transformou no “A.R.R.A.F” ? Existe mesmo um “patrulhamento” de direitos autorais?

R: Era uma forma de acabar com o "F.A.R.R.A." - sem acabar de verdade. Não queria dar o braço a torcer, então apenas inverti o nome. Patrulhamento existe,  o mesmo que acabou com o Napster, com programas de compartilhamento, e com alguns sites de torrent. Mas, o caso do 'F.A.R.R.A." nunca descobri o que foi. Parecia mais um ataque pessoal. Enquanto eu não decidi parar com a atividade de downloads em fórum, o ataque não cessou, mesmo eu tendo alojado o fórum na Rússia. 


4) Naquela época, como era a internet em matéria de disponibilização de download de quadrinhos, filmes, seriados e afins?


R: Bom, vou falar da época de quando começou o "RA", há 10 anos atrás, pois o "F.A.R.R.A." foi mais recente. Era bem mais complicado. Os sites de armazenamento deletavam o conteúdo bem mais rápido que hoje. E uma coisa que era bem mais complicada, era não ter conexão tão rápida como hoje, o que fazia com que tivéssemos que dividir um arquivo de scans de meros 10 MB - em 4 partes, para poder "uploadear"!
E, claro, a disponibilização no comêço era menos que hoje. A vantagem é que os poucos sites e blogs se empenhavam muito, por causa da empolgação com o início dos scans. 


5) Como você vê hoje as parcerias entre os blogueiros e seu relacionamento com as Editôras? Acha que podemos influenciar tanto assim, ajudando ou atrapalhando nas vendas dos gibis impressos?

R: A impressão que tenho é que acontece uma certa harmonia que não havia antes. Mas, pode ser só impressão minha. Digo isso porque o mercado de quadrinhos está forte, ao menos aparentemente. São lançadas HQs a todo instante, muitas delas a preços exorbitantes. 
Não posso afirmar com certeza que os scans influenciem o crescimento do mercado de HQs. Mas tenho certeza que ele nunca atrapalhou.  Ter um scan não é a mesma coisa que ter uma HQ em mãos. 


6) Hoje, por exemplo - eu tenho uma experiência incrível em traduzir e compôr a “Coleção Luciano Gatto”, enviada pelo próprio Mestre italiano para o “Chutinosaco”. Você foi pioneiro nisso! Conte pra gente como foi para você traduzir, diagramar e colocar texto em gibis inéditos no Brasil como: “The Autority”, “Preacher” e “Planetary” - fazendo isso numa época que não eram nem publicados no Brasil.


R: Acho que os pioneiros mesmo foram os que traduziam mangás, mas ao que parece, isso era feito e distribuido em grupos fechados que se comunicavam pelo mIRC - então quem não usava, estava fora dessa. Parece que fui pioneiro em fazer e distribuir abertamente - em um blog. 


Bom, a minha experiência com isso foi incrível demais! Eu não sabia inglês, nunca havia usado o Photoshop para nada, muito menos para letreirar e, devido à minha paixão pelos quadrinhos, eu fui aprendendo enquanto fazia. Era realmente desbravar o desconhecido.
Amigos do "Grupo UOL de Cinema" encontravam os scans em inglês (Não era fácil como hoje em dia) e outros traduziam. Eu letreirava e ao mesmo tempo revisava, com meu pouco conhecimento de inglês e um certo senso comum. As três que você citou realmente são as que mais tive prazer em fazer - com destaque para "Planetary". 




7) Quando começou a escrever seus contos do “Jerusalem Jones”? Poderão ser lançados em e-book algum dia? E quadrinhos?

R: "Jerusalem Jones" nasceu numa época em que eu estava devagar com os scans e estava escrevendo muitos contos. Deve ter sido por meados de 2005 ou 2006. E em e-Book ele já existe, já há algum tempo.  Se bem que eu não o tenho colocado pra download. Mas, no meio do ano passado aconteceu algo em relação ao "JJ" que me deixou bastante feliz: um projeto de transformar os contos em livro. Mas, como é um projeto em andamento, ainda não posso dizer com certeza quando estará pronto. Pode demorar ainda. O livro trará um conto inédito.


8) Fale sôbre o “Rapadura Açucarada” - quando, e como nasceu êste blog tão incrível! Quais seus planos para o futuro? Lembra qual o primeiro scan postado?

R: O "RA" nasceu devido ao "Grupo UOL Cinema", em grande parte. Alguns do grupo tinham seus blogs e aquilo me influenciou. Como eu notava que muitos blogs tinham nomes engraçados, resolvi que o meu também seguiria essa linha. Lembro que fiz uns dois - sem sucesso, dos quais, infelizmente, não lembro os nomes. Até que, em uma terceira tentativa, nasceu o "Rapadura Açucarada", que creio, só continuou vivo graças ao nome, já que de novembro de 2002 a março de 2003, ele nunca teve scans. Também permaneceu, devido ao apoio do pessoal do "Grupo UOL Cinema", que o visitava bastante. 
O primeiro scan postado, realmente não sei! Eu fiz vários em um curto período de tempo. Revistas da DC que saiam pela Mythos no ano de 2001, então, eu postava sem parar. O que lembro é que o primeiro scan realmente importante que eu fiz - que saí à caça das HQs para pode escanear, foi: "Camelot 3000" - as edições encadernadas da Editora Abril. 
Para o futuro, o que pretendo é que o blog continue existindo, seja com scans ou não, já que ele se tornou parte de mim, e de minha história. 


9) E o seu blog: “Onomatopéia Digital” - é uma “volta às origens” ou mais uma opção diversificada de novos autores?

R: O "Onomatopéia" surgiu porque o "RA" nunca primou pela organização. Acostumei com êle assim, mais relaxado.  Como ele se tornou um blog em que eu posto o que dá na telha, eu precisava de um blog apenas para os quadrinhos e nada mais. Um blog para armazenar e organizar os scans. Por isso que - mesmo postando scans novos no "RA", com o tempo, eu os passo para o "Onomatopéia".  E, claro, voltei a fazer scans por causa dêle. Não chega a ser uma "volta às raízes'", já que naquele tempo, a coisa era muito mais frenética. Agora vou com mais calma.


10) Finalmente, quero te agradecer por tudo que fêz até hoje pelo compartilhamento de quadrinhos na web. Gostaria de te pedir para deixar uma mensagem final para os seus seguidores, fãs dos seus blogs e os amigos do “Chutinosaco”.


R: Uma mensagem! Essa é sempre a parte mais difícil. O que gostaria de dizer é que não se apeguem apenas a um tipo de quadrinhos. Claro que nem todo quadrinho diferenciado é bom, assim como nem todo quadrinho ao qual estamos acostumados, também não. Mas procurar diversificar sempre que tiver uma chance. Dar uma oportunidade a algo diferente. Não por causa do autor, mas por si mesmo, para expandir os horizontes. Ler quadrinho é ótimo, ser "quadradinho", não! (Rsrsrs)

Grande abraço!


EUDES HONORATO

11 comentários:

  1. O Eudes foi um dos que me influenciaram a criar meu próprio blog...sou fâ de carteirnha dele e de seus blogs.Desejo os parabéns e quero agradecer por tudo que ele fez e tem feito pelos scans e quadrinhos no Brasil.De certa forma,hoje temos essa vasta legião de blogs com uma imensidão nunca antes vista de scans com qualidade.E o Eudes tem uma parte do mérito nisso.Grande abraço e que tenha sempre saúde para continuar nesse caminho!

    ResponderExcluir
  2. Eu não sabia quem era o dono do logo do FARRA, mas foi um dos primeiros que eu encontrei na web... E este tipo de trabalho que me incentivou a ter A Gibiteca.

    Parabéns e longa vida a todos os blogs do grande Eudes e um agradecimento especial a entrevista feita com competência pelo amigo Luis.

    Um grande abraço,

    Daniel

    ResponderExcluir
  3. Obrigado pelo carinho, pessoal. Ri bastante com o título da entrevista, muito legal. Eu tenho certeza que não teria conseguido chegar onde cheguei sem ajuda. Não foram apenas com os scans, mas ate mesmo com o blog. Várias pessoas me ensinaram de tudo ao longo desses 10 anos. Agradeço a elas, que são tantas que eu nunca conseguiria listá-las. E obrigado a vc, Luis.

    ResponderExcluir
  4. Eudes, nós é que agradecemos a sua participação imprescindível no mundo dos blogueiros nacionais e até mesmo na sua incansável busca pelo compartilhamento livre em suas várias fases - do "F.A.R.R.A" ao "Onomatopéia"!
    Parabéns à você...e quem ganha o presente somos nós, com seus blogs e seus scans!

    Um grande abraço!

    Luiz Dias

    ResponderExcluir
  5. eudes, o rei dos scans do brasil! inspirou muita gente a compartilhar quadrinhos, sendo eu mesmo um deles!

    ResponderExcluir
  6. Não lembro o ano exato, mas conheci o RA certamente em alguma busca que fazia na internet por HQs. Fiquei maravilhado com o blog e lembro que achei muito bacana. Foi nessa mesma época que vi que surgia o FARRA.

    Prontamente me cadastrei no fórum e pude, assim como muitos outros, fazer downloads de materiais de difícil acesso tanto naquela época como hoje. Quadrinhos excelentes, filmes antigos, outros com dublagem clássica nunca lançados em DVD, e até saudosas pornochanchadas trashs muito engraçadas de se assistir.

    Acompanhei de voyer os ataques que o fórum recebeu e sua extinção, assim também como o nascimento do ARRAF. Vi este também deixar de poder ter compartilhamentos de downloads e isso me entristeceu. Lazarento esse miserável que fez esses ataques.

    Porém, hoje vejo que o empenho do Eudes continua em compartilhar com os outros aquilo que eles dificilmente teriam acesso. Tiro meu chapéu a você, Eudes! Continue nos proporcionando essas alegrias, por favor!

    No mais, entrevista muito legal do Chutinosaco! Grande abraço a todos!

    ResponderExcluir
  7. O primeiro gibi que traduzi e diagramei foi para o Farra... E foi graças ao RA que eu, que era fanzaço de Preacher, Planetary e Authority pude ler essas hqs que na época haviam sido "descontinuadas" no Brasil.

    ResponderExcluir
  8. Meus pedidos foram atendidos,finalmente o Disney Especial As Bruxas chegou,e de quebra,ainda Os Robos,vcs são ótimos,agora é só baixar e me divertir.De novo,OBRIGADO.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Andrekillwill, teremos os 'Blogueiros BR/PT" lutando para postar o máximo possível de "Disney Especial" até o fim do ano!
      Por isso, aguarde novas surprêsas!

      Um grande abraço!

      Luiz Dias

      Excluir
  9. Muito bom!!
    Parabéns Eudes, sou seu fã!!

    ResponderExcluir
  10. Mononoke Hime12/08/2013 10:54

    Eudes me fez uma criminosa (Uploader)!! Hoje estou de abstinência devido à caça as bruxas que se tornou o compartilhamento. Porém culpo o Eudes. Culpo-o por todos os filmes que mudaram meu modo de ver a vida, que só vi, graças ao meu amado e saudoso fórum farra, pois obras como àquelas não são encontradas em locadoras de bairros! Esse é o cara!

    ResponderExcluir

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...